a Terra é azul… que mundo é esse? parte 3: essa nova realidade já está aqui

A TERRA AZUL [1] … QUE MUNDO É ESSE?
Parte 3. Essa nova realidade já está aqui
Euler Sandeville Jr.
versão inicial 2005/jan 2010/ 21/02/2016 a 05/03/2016. Última atualização: 05/03/2016

 


cite este artigo
SANDEVILLE JR., Euler. “A Terra azul…Que mundo é esse? 3: essa nova realidade já está aqui“. A Natureza e o Tempo (o Mundo), on line, São Paulo, 2016. Disponível em https://anaturezaeotempo.net.br/2018/09/09/a-terra-e-azul-que-mundo-e-esse-parte-3-essa-nova-realidade-ja-esta-aqui/ acesso em DIA/MÊS/ANO.


Quando, entre 1977 e 1981 cursei a Faculdade de Arquitetura e Urbanismo em Campinas, não havia celular, computador pessoal, Internet, aids, modificação genética em produtos do cotidiano, vitais ou não. Devo esclarecer um ponto sobre os objetos que não existiam: eu é que não os imaginava.

Em 1973 [12] foi feita uma ligação pública de um telefone portátil que começou a ser comercializado apenas em 1983 pela Motorola; em 1982 um produto transgênico já fora colocado no mercado, a insulina; a AIDS foi oficialmente reconhecida nos EUA em 1981 e em 1983 o vírus foi isolado, mas só tomamos consciência um pouco depois; em 1975 foi lançado um computador doméstico (Altair 8800), para o qual a recém criada Microsoft logo lançou uma versão de Basic e em 1976 foi criada a Apple; em 1980 entrou a IBM no mercado, para a qual a Microsoft desenvolveria o sistema operacional DOS, e em 1981 anunciava o Windows 1 (lançado em 1985!), que ainda não era um sistema operacional, mas uma interface para o DOS.

Eniac (Electrical Numerical Integrator and Calculator), desenvolvido na Universidade da Pensilvânia desde 1943. Era composto de 18000 válvulas, 15000 relés e emitia o equivalente a 200 quilowatts de calor. Foi alojado em uma sala de 9m por 30m. Só com a invenção do transistor de silício, em 1947, tornou-se possível aumentar a velocidade das operações. “Two women operating the ENIAC’s main control panel while the machine was still located at the Moore School. “U.S. Army Photo” from the archives of the ARL Technical Library. Left: Betty Jennings (Mrs. Bartik) Right: Frances Bilas (Mrs. Spence) setting up the ENIAC. Betty has her left hand moving some dials on a panel while Frances is turning a dial on the master programmer. There is a portable function table C resting on a cart with wheels on the right side of the image. Text on piece of paper affixed to verso side reads “Picture 27 Miss Betty Jennings and Miss Frances Bilas (right) setting up a part of the ENIAC. Miss Bilas is arranging the program settings on the Master Programmer. Note the portable function table on her right.”. Written in pencil on small white round label on original protective sleeve was “1108-6”. Detalhes da permissão Copyright info at [2] Of note, this is PD, provided the phrase “U. S. Army Photo” is along with the photo. Use the photo wherever, but PLEASE include this info.”
Disponível em pt.wikipedia.org/wiki/ENIAC#/media/File:Two_women_operating_ENIAC.gif acesso em 27/02/2016

“Essa nova realidade já está aqui”, advertira Waldemar Cordeiro [13] em 1970, discutindo em um texto muito interessante e pouco difundido, que os novos meios de comunicação trariam impacto sobre a organização do território. Esse impacto foi bem mais amplo a partir dos anos 1990.

As mudanças no mundo que nos cercam são tão rápidas, e em meio a tantos estímulos, que a maioria de nós não se apercebe disso. Não apenas os novos objetos se impõem com tal fluidez no cotidiano; mas o fazem no âmbito de marcos dramáticos, de modo que, de certa forma, permanecem invisíveis à consciência de uma transformação. O ambiente que atravessamos municiados de todo esse aparato tecnológico revela também imensas transformações, reconstruindo-se e resignificando-se continuamente.

Quem é capaz de pensar que em São Paulo, há cerca de meio século, ainda se utilizavam para lazer locais como o Pinheiros e o Tietê, considerando-se que até 1945 (há 66 anos) realizavam-se competições de natação no rio, e até 1972 (há 44 anos [14]) ainda se realizavam provas de remo? Até a década de 1960, quando ainda ia-se de bonde ao centro, não se pensava em consumir, produtos, cultura ou serviços, fora do centro histórico. Foi apenas nos anos 1960 que se iniciou uma diversificação nesse sentido, com a novidade da Sears no Paraíso e do primeiro Shopping Center, na atual avenida Faria Lima, então uma rua bem mais estreita, a Iguatemi, alargada gradualmente a partir de 1967 [15].

Cenários hoje familiares, e que dão a impressão de sempre terem estado lá, como a avenida Juscelino Kubitscheck, são bem recentes: até 1974 [16] havia ainda a céu aberto o córrego do Sapateiro, em cuja proximidade havia uma casa bandeirista. Nada disso mais existe, senão uma grande avenida e conjuntos de altos prédios. O que ficou da casa bandeirista diante de um terreno negociado a R$ 500.000.000,00 para construção de um hotel de luxo. Por todos os lados, configura-se continuamente uma paisagem sem memória de sua transformação.

Boa parte dos bairros periféricos da cidade teve um desenvolvimento notável a partir dos anos 1970, quando o município já contava com quase 6 milhões de habitantes (a população pelo Censo de 2000 era estimada em 10.434.252 habitantes [17]). O caso de Cidade Tiradentes é notável, mas não está isolado, tendo passado de 95.926 habitantes em 1991 a 229.606 em 2004 [18]. Poderia multiplicar os exemplos. Isso demonstra que, em um prazo muito curto, uma cidade que hoje sentimos inexorável e inevitável, como se sempre houvesse estado ali, foi construída.

voltar para página anterior / ir para próxima página

______________________
notas
1 Atualização parcial do texto base do memorial apresentado na Livre Docência em 2010, elaborado a partir de reelaboração crítica de texto de 2005.

 

12 “Apesar da comunicação móvel ser conhecida desde o início do século XX, somente em 1947, passou a ser desenvolvida pelo Laboratório Bell, nos EUA. No final da década de 1970 e início de 80, o Japão e a Suécia ativam seus serviços com tecnologia própria e em 1983 a companhia americana AT&T criou uma tecnologia específica implantada pela primeira vez em Chicago”. Disponível em http://www.museudotelefone.org.br/celular.htm↑ .

13 CORDEIRO, Waldemar. Uma nova variável para o modelo de organização territorial: a evolução dos meios eletrônicos de comunicação. In Waldemar Cordeiro, uma aventura da razão. São Paulo, MAC-USP, 1986, 161-165.

14 Estas contagens de anos tomam como referência 2016.

15 Temos outros antecedentes, por exemplo, os Teatros Distritais da Prefeitura, criados na década de 50 no Convênio Escolar, mas isso não muda o dado básico da estrutura urbana a que nos referimos.

16 O plano é de 1967, mas o início de obras deu-se na década 70, quando o Convênio entre a Prefeitura e o BNH possibilitou a canalização de cerca de 60 km de córregos entre 74 e 75.

17 A população pelo Censo de 2010 é estimada em 10.434.25210.659.386 habitantes.

18 http://www.seade.gov.br/produtos/msp/dem/dem9_008.htm

 


como citar material desta página:
SANDEVILLE JR., Euler. “A Terra azul…Que mundo é esse?3: essa nova realidade já está aqui“. A Natureza e o Tempo (o Mundo), on line, São Paulo, 2016. Disponível em https://anaturezaeotempo.net.br/2018/09/09/a-terra-e-azul-que-mundo-e-esse-parte-3-essa-nova-realidade-ja-esta-aqui/ acesso em DIA/MÊS/ANO.

[para citar este artigo conforme normas acadêmicas, copie e cole a referência acima (atualize dia, mês, ano da visita ao sítio)]


núcleo de estudos da paisagem
a natureza e o tempo (o mundo)
uma proposta de euler sandeville

 

 

 

 

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s