Martin Luther King, Jr. “Beyond Vietnam – A Time to Break Silence” Delivered 4 April 1967, Riverside Church, New York City

Martin Luther King, Jr. “Beyond Vietnam – A Time to Break Silence”
Delivered 4 April 1967, Riverside Church, New York City

 

1967-Martin Luther King, Jr. Beyond Vietnam-Delivered 4 April 1967-Riverside Church, New York City Photo John C. Goodwin. Disponível em http://www.americanrhetoric.com/speeches/mlkatimetobreaksilence.htm acesso em 21 de maio de 2018.

http://www.americanrhetoric.com/speeches/mlkatimetobreaksilence.htm

Mr. Chairman, ladies and gentlemen:

I need not pause to say how very delighted I am to be here tonight Continuar lendo

“Eu estive no topo da montanha”. Discurso proferido por Martin Luther King no templo Bispo Charles Mason, em Memphis, Tennessee, em 3 de abril de 1968. Um dia antes de ser assassinado.

“Eu estive no topo da montanha”
Discurso proferido por Martin Luther King no templo Bispo Charles Mason, em Memphis, Tennessee, em 3 de abril de 1968. Um dia antes de ser assassinado.

vídeo com trecho do discurso

Muito obrigado, meus amigos. Enquanto ouvia a Continuar lendo

“I’ve Been to the Mountaintop”, MARTIN LUTHER KING JR Address delivered at the Bishop Charles Mason Temple, APRIL 3, 1968.

I’ve Been to the Mountaintop“, MARTIN LUTHER KING JR Address delivered at the Bishop Charles Mason Temple, APRIL 3, 1968.

 

Thank you very kindly, my friends. As I listened to Continuar lendo

“O voto ou a bala”, Malcolm X, 3 de abril de 1964,Cleveland, Ohio , pouco depois do rompimento de Malcolm com a NOI (Nation of Islam)

“O voto ou a bala”, Malcolm X, 3 de abril de 1964,Cleveland, Ohio, pouco depois do rompimento de Malcolm com a NOI (Nation of Islam, criada em 1930).


Malcolm X’s only meeting with Martin Luther King Jr., March 26, 1964 at Senate debate on the Civil Rights Act. Disponível em https://en.wikipedia.org/wiki/Malcolm_X acesso em 21 de maio de 2018.

 

Senhor Moderador, irmão Lomax, irmãos e irmãs, amigos e inimigos: eu não posso acreditar que todo mundo aqui é um amigo e não quero deixar ninguém de fora. A questão desta noite, como eu a entendo, é: “A revolta negra e para onde vamos” ou “Qual é o próximo passo?”. Na minha modesta forma de entender, ela aponta para o voto ou para a bala. Continuar lendo

a pesquisa: representações e poéticas

Arte, Natureza e Cidade. Estudos em História da Cultura e da Paisagem: Representações e Poéticas
Euler Sandeville Jr.

Latim: Schema huius praemissae divisionis sphaerarum. · Coelum empireum habitaculum dei et omnium electorum · 10 Decimum coelum primu mobile · 9 Nonu coelum cristallinum · 8 Octavum [coelum] firmamentu · 7 Coelu saturni · 6 [Coelu] Iovis · 5 [Coelu] Martis · 4 [Coelu] Solis · 3 [Coelu] Veneris · 2 [Coelu] Mercurii · 1 [Coelu] Lunae
Esquema da referido divisão das esferas. · O Empíreo céu (de fogo), habitação de Deus e de toda os eleitos · 10 Décimo Céu, causa primeira · 9 Nono céu, cristalino · 8 Oitavo céu do firmamento · 7 Céu de Saturno · 6 Jupiter · 5 Marte · 4 Sol · 3 Venus · 2 Mercúrio · 1 Lua. Fonte: Peter Apian, Cosmographia, Antuépia, 1524 (fonte mencionada Edward Grant, “Celestial Orbs in the Latin Middle Ages”, Isis, Vol. 78, No. 2. (Jun., 1987), pp. 152-173.) Disponível em commons.wikimedia.org/wiki/File:Ptolemaicsystem-small.png. Acesso em 30/01/2016.


Pesquisar é indagar a existência.

Todo esforço de conhecimento sempre foi, para mim, um esforço de indagação do mundo, do ser no mundo entre outros, de crítica social e cultural, de suas heranças, de debate comportamental, de condição existencial. Não me proponho, como nunca me propus desde que comecei minha atividade de pesquisa e docência, a excluir os campos das sensibilidades ou o das razões no processo cognitivo de construir conhecimento, nem os riscos e desafios de pensar os acontecimentos. Trata-se de elaborar um exercício profundo e continuado, discernindo entre a informação e sua crítica, o confronto de saberes longamente formulados e as narrativas que vão se reconstruindo. Essa construção da história e do presente é uma inquieta gestação de nossa condição humana e espiritual (quando se reconhece uma), e sua indagação é também a problematização de para onde apontam os movimentos em curso, dos quais percebemos por vezes apenas as sombras em movimento.

Simulação do cosmo em bilhões de anos (Künstlicher Kosmos emuliert Milliarden Jahre im Zeitraffer Simulation des Universums Künstlicher Kosmos emuliert Milliarden Jahre im Zeitraffer, Video: Nature Video, Foto: Illustris Collaboration). Imagem capturada da página de apresentação do vídeo. Fonte: sueddeutsche.de/wissen/simulation-des-kosmos-forscher-erschaffen-digitales-universum-1.1953657 Acesso em 30/01/2016

A linha de pesquisa docente Continuar lendo

o dilema de cronos (2017)

O dilema de cronos (2017)
Euler Sandeville Jr.
20/07/2017

como citar:
SANDEVILLE JR., Euler. “O dilema de cronos (2017)“. A Natureza e o Tempo (o Mundo), on line, São Paulo, 2017. Disponível em https://anaturezaeotempo.net.br/2018/06/15/o-dilema-de-cronos/  acesso em DIA/MÊS/ANO.

Esta seção deve problematizar o tempo. Ou melhor, o modo como lidamos com a ideia de tempo. O tempo é inerente à nossa visão da natureza e do mundo, mas nem sempre foi, como diria Robert Lenoble à respeito da ideia de natureza, o mesmo. Nem todas as épocas conceberam o tempo do mesmo modo, nem Continuar lendo

Atualizações e amadurecimento do projeto entre 13/01/2016 e 02/04/2017

Atualizações e amadurecimento do projeto entre 13/01/2016 e 02/04/2017
Euler Sandeville Jr.

 

A partir de 02 de agosto de 2017 o conteúdo do sítio foi transferido de anaturezaeotempo.net.br que editava em html para o endereço poeticasdapaisagem.wordpress.com/, depois desativado e o conteúdo disponibilizado no final de 2017 ou início de 2018 em nep.arq.br direcionado para nucleodeestudosdapaisagem.wordpress.com. O modelo de blog fez com que eu deixasse de anotar as transformações do projetos, mas guadei este registro da evolução da inicial. Em junho de 2018 transferi para o blog anaturezaeotempo.wordpress.com/ para o qual direcionei o endereço anaturezaeotempo.net.br

 

02/04/2017 Disponibilizado na seção Mundos Modernos Continuar lendo

4555576869717274778996010812, o código da cultura

4555576869717274778996010812
código de barras da cultura
Euler Sandeville Jr. (2007)

SANDEVILLE JR., Euler. 4555576869717274778996010812, o código de barras da cultura. A Natureza e o Tempo (o Mundo), on line, São Paulo, 2007.

Eventos indicados no código, discriminados a seguir. Organização Euler Sandeville, 2007.

Os eventos destacados para compor o código, e que devem expressar vários dos aspetos que se deseja indagar, estão listados abaixo. Os eventos da história nacional brasileira não foram incluídos na constituição desse código, em um primeiro momento… Foi um projeto iniciado em 2007, incorporado agora no projeto A Natureza e o tempo (o Mundo), em cujo blog este material será desenvolvido.

Figura 1  (acima). Eventos indicados no código, discriminados a seguir. Organização Euler Sandeville, 2007.

  • 1945: destruição por bombas nucleares de Hiroshima e Nagasaki
  • 1955: aos dez anos da destruição de Hiroshima e Nagasaki foi criado o parque temático Disneylândia na Califórnia por Walt Disney. Ray Kroc fundou a McDonald’s Systems, Inc..
  • 1957: publicação de On The Road, escrito em 1951 por Jack Kerouac. Lançamento do primeiro satélite humano: o Sputnik, pela URSS.
  • 1968: Maio de 68. Primavera de Praga e invasão soviética.
  • 1969: Festival de Música e Artes de Woodstock. Easy Rider. Um ser humano caminha na superfície lunar (missão Apolo 11).
  • 1971: WEF-World Economic Fórum, fundado por Klaus M. Schwab, que se reúne anualmente em Davos, Suíça.
  • 1972: Declaração de Estocolmo, aprovada durante a Conferência das Nações Unidas sobre o Meio Ambiente Humano, em paralelo à crise do Petróleo.
  • 1974: Primeira compra de um produto com código de barras.
  • 1977: movimentos por redemocratização no Brasil
  • 1989: Queda do Muro de Berlim. O físico inglês Tim Berners-Lee cria a World Wide Web.
  • 1996: Clonagem de Dolly
  • 2001: ataque às torres gêmeas de Nova Iorque e início de uma nova onda de ações militares abertas na Ásia. Juntamente com a queda do muro de Berlim, esses eventos representam as faces do que chamamos de globalização.
  • 2008: início deste site
  • 2012: comemoraremos os 40 anos das conferências globais sobre meio ambiente, ou esquecemos diante de questões mais próximas, e as explicações sobre o calendário Maia… sobrevivemos a nós mesmos: está tudo por fazer

Logo de A Natureza e o Tempo (o Mundo). Código de barras da cultura, criação Euler Sandeville (2007). Folha de palmeira, foto de Euler Sandeville, 2010.

 

Título: 4555576869717274778996010812, o código de barras da cultura.
Title4555576869717274778996010812, the bar code of the culture.

Autor/Author: Euler Sandeville Jr.
Web designer: Euler Sandeville Júnior

Palavra-chave: Cultura Contemporânea, Sociedade do Espetáculo, Sociedade de Consumo, Fim do Mundo, Hiroshima e Nagasaki, Walt Disney, Ray Kroc, On The Road, Sputnik, Maio de 68, Primavera de Praga, Woodstock, Apolo 11, WEF-World Economic Fórum, Declaração de Estocolmo, Código de Barras, Muro de Berlim, World Wide Web, Dolly.
Keyword: Contemporary Culture, Society of the Spectacle, Consumer Society, World Cinema, Contemporary Culture, Society of the Spectacle, Consumer Society, End of the World, Hiroshima and Nagasaki, Walt Disney, Ray Kroc, On The Road, Sputnik, May 68, Prague Spring, Woodstock Apollo 11, WEF- Stockholm Declaration, Bar Code, Berlin Wall, World Wide Web, Dolly.

 

 

Licença de Uso→

Entre em contado conosco→

Como citar material deste sítio?→

 


núcleo de estudos da paisagem
a natureza e o tempo (o mundo)
um projeto de euler sandeville

 

 

 

 

 

visões da natureza e do mundo

visões da natureza e do mundo
Euler Sandeville Jr.
Versão inicial 07/01/2016. Ampla revisão definindo um novo texto: 14/02/2017. Atualização: 15/06/2017.

para citar este artigo:
SANDEVILLE JR., Euler. “Visões da natureza e do mundo”. A Natureza e o Tempo (o Mundo), on line, São Paulo, 15 de junho de 2017.

Simulação do cosmo em bilhões de anos (Künstlicher Kosmos emuliert Milliarden Jahre im Zeitraffer Simulation des Universums Künstlicher Kosmos emuliert Milliarden Jahre im Zeitraffer, Video: Nature Video, Foto: Illustris Collaboration). Imagem capturada da página de apresentação do vídeo. Fonte: sueddeutsche.de/wissen/simulation-des-kosmos-forscher-erschaffen-digitales-universum-1.1953657 Acesso em 30/01/2016

O antropólogo Eduardo Viveiros de Castro menciona que Nélson Gonçalves teria dito a nosso respeito: “O ser humano, tal como o imaginamos, não existe” [1]. Já Clement Rosset [2], com certo pessimismo e impaciência intelectual procura nos demonstrar que a natureza não é um conceito, mas um desejo: o desejo de uma ordem na total ausência de finalidade do acaso. E Lenoble [3], tratando da história da ideia de natureza, nos diz que o homem sempre observou a natureza, só que não era a mesma.

Há, Continuar lendo

esclarecimento aos navegantes

esclarecimento aos navegantes
Euler Sandeville Jr.
Versão inicial 18/03/2016. Novo texto: 06/03/2017. Revisões importantes: 15/06/2017, 21/08/2017, 14/06/2018.

para citar este artigo:
SANDEVILLE JR., Euler. “Esclarecimento aos navegantes”. A Natureza e o Tempo (o Mundo), on line, São Paulo, 15 de maio de 2017.

Esquema da referido divisão das esferas. · O Empíreo céu (de fogo), habitação de Deus e de toda os eleitos · 10 Décimo Céu, causa primeira · 9 Nono céu, cristalino · 8 Oitavo céu do firmamento · 7 Céu de Saturno · 6 Jupiter · 5 Marte · 4 Sol · 3 Venus · 2 Mercúrio · 1 Lua. Fonte: Peter Apian, Cosmographia, Antuépia, 1524 (fonte mencionada Edward Grant, “Celestial Orbs in the Latin Middle Ages”, Isis, Vol. 78, No. 2. (Jun., 1987), pp. 152-173.) Disponível em commons.wikimedia.org/wiki/File:Ptolemaicsystem-small.png. Acesso em 30/01/2016.

A proposta que alimenta este sítio foi concebida como síntese de uma intensa reflexão que atravessou o ano de 2015 e de pesquisas e indagações que remontam a trabalhos realizados desde o início da década de 1980. Convergiu em A Natureza e o Tempo (o Mundo) a partir do início de 2016. O que talvez melhor defina meu interesse mais recente é o estudo das representações e do imaginário em suas dimensões históricas, relacionando os campos das artes, da história ambiental e da paisagem.

Esta interface virtual não é apenas, ou nem tanto, uma proposta de extroversão das pesquisas e estudos. É mais um espaço de indagação e proposição pessoal em elaboração contínua, não linear.

De certo modo, funciona como um caderno de reflexões que se refaz sempre que necessário. Isto é, os textos, e toda a modulação do sítio, suas páginas e imagens, integram tanto um projeto de construção e significação do conhecimento, quanto pretendem ser um projeto comunicativo! Não está isento de tensões, de posicionamentos que podem ser revistos, de tatear os significados de modo exploratório e de vislumbrar horizontes.

Os ensaios Continuar lendo

Sobre o autor

Sobre o autor (Resenha Curricular)
Euler Sandeville Jr.
Professor, Arquiteto e Urbanista, Arte Educador.

 

Ichthys ou Ichthus (do grego antigo ἰχθύς, em maiúsculas ΙΧΘΥΣ ou ΙΧΘΥC, "peixe") é um acrônimo, utilizado pelos cristãos primitivos, da expressão "Iēsous Christos Theou Yios Sōtēr", que significa "Jesus Cristo, Filho de Deus, Salvador" (em grego antigo, Ἰησοῦς Χριστός, Θεοῦ ͑Υιός, Σωτήρ).
meditações sobre a busca por Deus (blog pessoal)→

 

SÚMULA CURRICULAR

meu currículo Lattes→ 

Professor associado da Universidade de São Paulo, Faculdade de Arquitetura e Urbanismo, Coordenador do Núcleo de Estudos da Paisagem (NEP) FAU USP (http://nep.arq.br), Vice-Coordenador da Área de Concentração Paisagem e Ambiente, Arquiteto, Arte educador, Mestre e Doutor em Arquitetura e Urbanismo, Especialização em Ecologia, Livre Docente em Arquitetura e Urbanismo.

SÚMULA CURRICULAR AMPLIADA: É Professor Associado da Universidade de São Paulo na Faculdade de Arquitetura e Urbanismo, Departamento de Projeto Continuar lendo

sobre as imagens deste sítio

SOBRE AS IMAGENS DESTE SÍTIO

 

Para a realização destas páginas, considerando ser um projeto acadêmico de difusão, crítica e construção de conhecimentos oferecido sem qualquer custo aos navegantes, recorri a material proveniente de várias fontes, já divulgado e publicado.

Sempre procurei verificar se na imagem ou no sítio visitado consta restrição de direito de uso da imagem, e quando há não reproduzi nenhuma imagem, nem desse nem de outro sítio. Igualmente, quando a autoria no sítio é mencionada a terceiro sem constar o direito de reprodução, procurei localizar imagem na fonte citada, com a mesma finalidade.

Somente foram utilizadas imagens e arquivos que não expressavam restrições para sua utilização para finalidades acadêmicas e culturais, ou para qualquer fim.

Se alguma Entidade ou Colecionador ainda assim sentir- se lesado ou não permitir a utilização de algum conteúdo constante neste Portal comunique-me, clicando aqui→, e prontamente será retirado.

Caso alguém ou alguma instituição identifique uso indevido ou fonte da imagem equivocada que implique em restrição de direito peço que igualmente me contate. Ressalto a importância do uso de imagens na apreensão e discussão da cultura, visando a formação de pessoas com uma perspectiva cultural e uma expectativa mais elaborada, bem como o acesso dos jovens a um universo de informações, conceitos e acervos do fazer e do conhecimento humano.

Este sítio não autoriza a reprodução de conteúdos de terceiros, inclusive das imagens. Os conteúdos de minha autoria, inclusive as imagens, são disponibilizados conforme descrito na seção Termo e condições de uso do meu material neste sítio→ sob uma licença livre desde que não seja para fins comerciais, político-partidários ou que promovam preconceito, injustiça, e outras formas de discriminação.

 

 

Entre em contado conosco→

Como citar material deste sítio?→

 


núcleo de estudos da paisagem
a natureza e o tempo (o mundo)
um projeto de euler sandeville

 

 

 

 

REFERÊNCIAS DA PÁGINA

Título: Sobre as Imagens deste sítio.
Title: About Images from this sit

Autor/Author: Euler Sandeville Jr.
Web designer: Euler Sandeville Júnior

Palavra-chave: Direito autoral, licença de uso, Creative Commons, licença livre
Keyword: Copyright, use license, Creative Commons, free license

 

 

 

 

política de direitos autorais

POR QUE É NECESSÁRIA UMA POLÍTICA DE DIREITOS AUTORIAS COM UMA LICENÇA DE USO DO CONTEÚDO?
Euler Sandeville Jr.

 

A legislação referente visa proteger os direitos de autor; no entanto, é necessário que não impeça a difusão e debate do conhecimento produzido. Esta é a razão.

Mas a disponibilização de conteúdos na internet enfrenta um outro desafio. Tornou-se habitual as pessoas, muitas vezes sem refletir no que estão fazendo, pensando em seus objetivos e necessidades imediatas, copiarem trechos da internet sem a devida consideração aos autores que os produziram. Isso cria uma série de problemas quanto à confiabilidade das informações na rede e quanto à ética das relações que aí se estabelecem.

Não está errado copiar os conteúdos desde que você reconheça e cite claramente as fontes utilizadas, respeitando assim o trabalho de outras pessoas. Se você está fazendo um trabalho escolar, ou construindo o conteúdo de seu blog ou rede social, considere a importância de citar o autor ao fazê-lo, ainda mais que todo o conteúdo aqui é oferecido gratuitamente para que o maior número de pessoas possa ter acesso livre.

Nunca copie sem citar a fonte, faça seu trabalho e desenvolva suas possibilidades, citando os trechos que utilizar, para que seu trabalho seja ético. Se você quer viver em um mundo mais ético do que o que estamos vivendo, é necessário que você não seja o primeiro a negá-lo. Se você é pesquisador, siga ainda as normas acadêmicas de citação.

 

 

Licença de Uso→

Entre em contado conosco→

Como citar material deste sítio?→

 


núcleo de estudos da paisagem
a natureza e o tempo (o mundo)
um projeto de euler sandeville

 

 

 

 

 

 

REFERÊNCIAS DA PÁGINA

Título: Por que é necessária uma Política de Direitos Autorias com uma Licença de Uso do Conteúdo?
TitleWhy is a Copyright Policy with a Content Use License required?

Autor/Author: Euler Sandeville Jr.
Web designer: Euler Sandeville Júnior

Palavra-chave: Direito autoral, licença de uso, Creative Commons, licença livre
Keyword: Copyright, use license, Creative Commons, free license

 

 

 

sobre o sítio

SOBRE O SÍTIO A NATUREZA E O TEMPO (O MUNDO): PARA NAVEGAR MELHOR
Euler Sandeville Jr.

 

Termo e condições de uso do meu material neste sítio→

Por que é necessária uma Licença de Uso deste conteúdo?→

Sobre as imagens deste sítio→

Como citar material deste sítio?→

 

O sítio é entendido em processo, dinâmico, um exercício de formalização dos conteúdos. Por essa razão os textos podem ser sucessivamente atualizados, revistos, e até reescritos por completo, recomendando-se que o leitor verifique sempre a data da última atualização. Procurarei colocar no início ou fim de cada página a indicação da última atualização, sempre que for substancial.

No cabeçalho do sítio você encontra o link para cada uma das principais seções que organizam o conteúdo. Nessas páginas você pode acessar todo o conteúdo da respectiva seção. O menu superior, portanto, é o acesso ao principal sumário de conteúdos do sítio, podendo acionar quase todo o conteúdo do sítio através dela. Esta opção tem a vantagem de oferecer a possibilidade de uma leitura dirigida do sítio, como um livro digital enquanto a ordem de postagem é decorrente apenas da data.

No menu lateral você encontrará informações adicionais sobre o sítio, acesso a todas as postagens conforme sua respectiva seção (em alguns casos, uma postagem pode ser catalogada em mais de uma seção) e, quando necessário, poderá encontrar seções não indicadas no menu superior à medida em que se complexificar o conteúdo do sítio. Também são indicadas as últimas postagens.

A disponibilização de artigos na internet é hoje um problema, pois o copiar e colar por vezes leva a uma omissão do trabalho que o inspirou. Ao utilizar material deste sítio, seja como referência, seja transcrevendo-o, solicito que cite adequadamente a fonte, e no caso de transcrição o trecho que vier a ser assim disponibilizado seja claramente demarcado. Além disso, fazendo assim, você ajuda o acesso ao trabalho que desenvolvo com alunos e outros colaboradores.

Para facilitar, cada artigo apresenta no início ou ao seu final a forma de citação adequada. Basta copiá-la atualizando a data de visitação. A atualização da data é importante caso depois se deseje verificar se ainda corresponde à última versão disponível.

Os textos neste portal, se não indicado o contrário, são assinados por Euler Sandeville Jr. Toda a concepção e design do sítio é feita por mim, com recursos próprios se não for indicado o contrário e é disponibilizado conforme TERMO DE USO/IMAGENS disponível abaixo. Seu uso, no todo ou em partes, deve respeitar esses termos, sempre citando de modo claro este autor. Como todo o material é disponibilizado livremente, você deve fazê-lo da mesma forma quando utilizá-lo

Todos os linques externos a este sítio abrem em uma nova janela, permitindo a continuidade da navegação, sendo que o sinal quando estiver presente estará indicando que o link abre em nova janela do navegador. Eventualmente, links internos que redirecionam conteúdos poderão abrir em nova janela, o que deverá estar indicado pelo sinal →.

Como este projeto está em elaboração contínua, agradeço eventuais correções e sugestões, inclusive sobre linques quebrados ou o que seja necessário.

 

como citar material desta página:
SANDEVILLE JR., Euler. “Sobre o sítio A Natureza e o Tempo (o Mundo)”. A Natureza e o Tempo (o Mundo), on line, São Paulo, 2017. Disponível em https://anaturezaeotempo.wordpress.com/2018/06/13/sobre-o-sitio/ acesso em DIA/MÊS/ANO.

Portais. Criação de Euler Sandeville, 2011. Gruta do Janelão: Parque Nacional Cavernas do Peruaçu, Januária, Itacarambi e São João das Missões, todas na região norte de Minas Gerais. Foto Euler Sandeville, 2000. Hospital Psiquiátrico do Juqueri, antigo alojamento da Colônia de Alienados, área de labor-terapia, Franco da Rocha, SP. Foto Euler Sandeville, 2004.

 

 

Licença de Uso→

Entre em contado conosco→

Como citar material deste sítio?→

 


núcleo de estudos da paisagem
a natureza e o tempo (o mundo)
um projeto de euler sandeville

 

 

visões artísticas da cidade e a gênese da paisagem contemporânea

visões artísticas da cidade e a gênese da paisagem contemporânea
Euler Sandeville Jr.
Versão inicial 2011. Publicado em 2013, ano 2012
Tema transversal (séculos XVI-XX)

como citar:
SANDEVILLE JR., Euler. “Visões artísticas da cidade e a gênese da paisagem contemporânea”. (2011). Anais do Encontro Nacional de Antropologia e Performance. São Paulo: Napedra/FFLCH/USP, 2012.

apresentação

Há várias abordagens para interpretar a cidade. Podemos pensá-la como morfologia e tipologia (SOLÁ- MORALES I RUBIÓ 1997, PANERAI et al. 1983), como dinâmicas ambientais (SPIRN 1995, HOUGH 2004), como estruturas urbanas que suportam as mais diversas práticas para produção, circulação e consumo (VILLAÇA 2001, LEFEBVRE 2001), como espaços da vida, da intersubjetividade e espaços de poder (CALDEIRA 1984, VOGEL e SANTOS 1985), como normatização e regulamentação (MEIRELLES 1981), como história (SICA 1981, BENEVOLO 1983), como espaços de transgressão (DÉBORD 1999) e assim por diante. Esses recortes temáticos revelam intencionalidades e posicionamentos que são espaciais, sociais, políticos, e se desdobram na seleção de procedimentos interpretativos e descritivos.

Mas a dimensão sensível da cidade, e da paisagem (CAUQUELIN 2007), aninha-se existencial em sua arquitetura, nos seus espaços lúdicos, nos espaços de convivência e trabalho, nas práticas que os geram para neles se abrigarem, transformando-os. Essa arquitetura da cidade não é apenas visualidade e funcionalidade, nem é apenas economia e política; é experiência, é significada no vivido. O sentido da cidade se dá em suas práticas, nas heranças que abrigam, nas temporalidades em que se constrói a paisagem como lugar, obra histórica e social coletiva, e como múltiplas formas de estar com outros e consigo mesmo (SANDEVILLE JR. 2004, 2005, 2010). É sempre uma cidade que poderia ter sido outra, geralmente melhor em sua qualidade, resultante de nosso trabalho e de nossas decisões. É, portanto, também uma cidade em gestação, que ainda pode ser outra.

alguns aspectos da nossa cidade-arte sensível: fragmentos paisagísticos da paisagem

A arte tem dado inúmeras contribuições à representação e discussão da cidade Continuar lendo

licença de uso

TERMO DE USO: POLÍTICA DE DIREITOS AUTORAIS E DAS IMAGENS DESTE SÍTIO E SUA RAZÃO
Euler Sandeville Jr.
https://anaturezaeotempo.wordpress.com/    e    http://anaturezaeotempo.net.br
http://nep.arq.br    e    https://nucleodeestudosdapaisagem.wordpress.com/

O material no website é protegido pelas leis de Direitos Autorais, mas preferimos disponibilizá-lo por uma licença Creative Commons, como segue:

Você tem a minha licença para

  • para copiar partes dos artigos assinados por mim para citação desde que:
    • desde que sem alterar o sentido ou a redação,
    • desde que cite corretamente este autor Euler Sandeville Jr. e o sítio de modo visível no local em que inserir o trecho citado. Todos os artigos do sitio no final da página indicam o modo de citá-lo corretamente.
  • para imprimir e distribuir esse conteúdo na íntegra, desde que:
    • desde que sem adições, cortes ou qualquer meio que altere o sentido ou prejudique a integridade original do material,
    • desde que citando de forma claramente visível o autor e a referência,
    • desde que e que o faça gratuitamente, disponibilizando-o a terceiros de forma igualmente livre e sob esta mesma condição.

Mas você não pode e não está autorizado:

  • não pode e não está autorizado a vender em qualquer mídia ou forma impressa,
  • não pode e não está autorizado a limitar o acesso ao conteúdo deste sítio em sítios que exijam cadastro ou qualquer forma de limitação para acesso do conteúdo reproduzido, sem minha expressa autorização.
  • não pode e não está autorizado a utilizar todo e qualquer conteúdo deste sítio para qualquer forma de propaganda comercial, institucional ou político-partidária, ou que promovam ou se associem a qualquer forma de violência ou preconceito, discriminação ou injustiça, nem de outras formas de obscurantismo.

O não atendimento a estas exigências gera obrigações e compensações para com o autor. Em nenhum sentido essa licença representa cessão de direitos autorais.

Esta licença de uso não se aplica a conteúdos de terceiros, em especial imagens e sons, aqui reproduzidos em função de seu interesse estritamente acadêmico.

Em caso de dúvidas entre em contato conosco, através do formulário de contato disponível no cabeçalho do sítio.

 

 

Licença de Uso→

Entre em contado conosco→

Como citar material deste sítio?→

 


núcleo de estudos da paisagem
a natureza e o tempo (o mundo)
um projeto de euler sandeville

 

 

 

 

 

 

como citar material deste sítio?

MODELO DE CITAÇÃO DE ARTIGOS NESTE SÍTIO

SANDEVILLE JR., Euler. “[Título do Artigo]”. A Natureza e o Tempo (o Mundo), on line, São Paulo, [Data indicada do artigo, se não houver: s/d]. Disponível em [endereço da página deste sítio] acesso em [data de acesso à página: DIA/MÊS/201X].

exemplo usando este post:

SANDEVILLE JR., Euler. “Modelo de citação de artigos neste sítio”. A Natureza e o Tempo (o Mundo), on line, São Paulo, 2017. Disponível em https://nucleodeestudosdapaisagem.wordpress.com/2018/01/11/modelo-de-citacao-de-artigos-neste-sitio/ acesso em 11/01/2018.

Ao utilizar material deste blog consulte a LICENÇA DE USO (link logo abaixo). No final ou no início de cada página estará sendo disponibilizado o modo de citar o respectivo artigo ou post, formulário de contato, licença de uso.

 

Licença de Uso→

Entre em contado conosco→

Como citar material deste sítio?→

 


núcleo de estudos da paisagem
a natureza e o tempo (o mundo)
um projeto de euler sandeville

 

 

 

 

 

 

 

 

roteiro de navegação

A NATUREZA E O TEMPO (O MUNDO)
MAPA DO CONTEÚDO
Euler Sandeville

φύσις κόσμος αίων κρόνος καιρός
DO BIG BANG AO DEPOIS DE AMANHÃ
Como citar material deste sítio?↑

 

Seções e conteúdos do Projeto:


PRIMEIRA PARTE: APRESENTAÇÃO, CONCEITOS E MÉTODOS

I. CONCEITUAÇÃO (apresenta a proposta do trabalho)

1. APRESENTAÇÃO. Euler Sandeville Jr. Página inicial do projeto.

2. ESCLARECIMENTOS AOS NAVEGANTES. Uma rápida apresentação do projeto que origina o sítio.

3. A PESQUISA: REPRESENTAÇÕES E POÉTICAS. Euler Sandeville Jr.

4. VISÕES DA NATUREZA E DO MUNDO. Euler Sandeville Jr. Conceituação para este projeto de “Natureza” e “Mundo”.

II. CRONOS: MUNDOS (Algumas questões de método)

1. UMA LINHA DO TEMPO. Euler Sandeville Jr. Gráfico de apoio.

COSMOS: MUNDOS. Euler Sandeville Jr. Página intuitiva de abertura da seção.

2. O DILEMA DE CRONOS (2016). Euler Sandeville Jr. Página intuitiva de abertura da seção.

3. O DILEMA DE CRONOS (2017). Euler Sandeville Jr. Página de abertura da seção.

4. BREVE ADVERTÊNCIA SOBRE PERÍODOS, E SOBRE A ORGANIZAÇÃO DA NAVEGAÇÃO NESTE SÍTIO. Euler Sandeville Jr. Página discute de modo sintético problemas, limites e validade das periodizações.

5. OS TEMPOS E OS MUNDOS. TODOS E PARTES. Euler Sandeville Jr. Apresenta a construção dos blocos temáticos que organizam as narrativas do sítio.


SEGUNDA PARTE: OS TEMPOS E OS MUNDOS (conteúdo propriamente dito)

III. A AURORA NA NEBLINA (estabelece estudos e reflexões sobre os relatos das origens, até o neolítico)

A AURORA NA NEBLINA. Euler Sandeville Jr. Página intuitiva de abertura da seção.

O BISÃO NA CAVERNA (ARTEFATOS E ARTIFÍCIOS). Euler Sandeville Jr. Ensaio problematizado narrativas das origens e a tensão entre criação e evolucionismo.

ENXERGAR O FUNDO DO LAGO PARA VER DURANTE A TEMPESTADE (sobre criacionismo e evolucionismo, disputas sobre as origens e o presente). Euler Sandeville Jr. Página sobre criacionismo e evolucionismo, disputas sobre as origens e o presente.

IV. A LONGA ANTIGUIDADE DOS MUNDOS (Antiguidade e Alta Idade Média)

A LONGA ANTIGUIDADE DOS MUNDOS. Euler Sandeville Jr. Página de abertura da seção.

V. MUNDUS NOVUS (cerca do século 12 ao 18)

MUNDUS NOVUS. Euler Sandeville Jr. Página de abertura da seção.

SANDEVILLE JR., Euler. “Visões artísticas da cidade e a gênese da paisagem contemporânea. (2011). Anais do Encontro Nacional de Antropologia e Performance. São Paulo: Napedra/FFLCH/USP, 2012. [Tema transversal].

SANDEVILLE JR., Euler; DERNTL, Maria Fernanda. Imagens de uma capital: Paris nas perspectivas vôo-de-pássaro entre os séculos XVI e XVIII. Risco: Revista de Pesquisa em Arquitetura e Urbanismo (Online), São Carlos, n. 5, p. 53-62, jan. 2007. ISSN 1984-4506. Disponível em: <https://www.revistas.usp.br/risco/article/view/44689↑>. Acesso em: 26 feb. 2018. doi:http://dx.doi.org/10.11606/issn.1984-4506.v0i5p53-62↑.

SANDEVILLE JR., Euler. A reta e a curva, a estética da paisagem. Paisagem e Ambiente, São Paulo, v. 8, p. 147-173, 1996. Núcleo de Estudos da Paisagem, on line, São Paulo, 1996. Disponível em http://www.revistas.usp.br/paam/article/view/40228↑ acesso em 18 de fevereiro de 2018. [Tema transversal].

VI. MUNDOS MODERNOS (O MUNDO CONTEMPORÂNEO ALARGADO; cerca de 1750 A 1945)

MUNDOS MODERNOS. Euler Sandeville Jr. Página de abertura da seção.

SANDEVILLE JR., Euler. “Visões artísticas da cidade e a gênese da paisagem contemporânea↑. (2011). Anais do Encontro Nacional de Antropologia e Performance. São Paulo: Napedra/FFLCH/USP, 2012. [Tema transversal].

SANDEVILLE JR., Euler. A reta e a curva, a estética da paisagem. Paisagem e Ambiente, São Paulo, v. 8, p. 147-173, 1996. Núcleo de Estudos da Paisagem, on line, São Paulo, 1996. Disponível em http://www.revistas.usp.br/paam/article/view/40228↑ acesso em 18 de fevereiro de 2018. [Tema transversal].

VII. MUNDOS CONTEMPORÂNEOS (OU DEPOIS DO FIM DO MUNDO) (depois de 1945)

455557686971727477899601081215… MUNDOS CONTEMPORÂNEOS (OU DEPOIS DO FIM DO MUNDO). Euler Sandeville Jr. Página de abertura da seção.

4555576869717274778996010812. Euler Sandeville Jr. O Código de Barras da Cultura (2007).

A TERRA AZUL [1] … QUE MUNDO É ESSE? Euler Sandeville Jr.

UM MUNDO AO ACASO. Euler Sandeville Jr.

VIII. NATUREZA E CULTURA NO BRASIL

SANDEVILLE JR., Euler. A paisagem natural tropical e sua apropriação para o turismo. In Eduardo Yázigi. (Org.). Turismo e Paisagem. São Paulo: Contexto, 2002, v. , p. 141-159 [Tema transversal].

 


BIBLIOGRAFIA CITADA NA SEÇÃO

 

OUTROS

SOBRE O SÍTIO A NATUREZA E O TEMPO (O MUNDO): PARA NAVEGAR MELHOR

SOBRE AS IMAGENS DESTE SÍTIO

LICENÇA DE USO DO CONTEÚDO

SOBRE O AUTOR

ATUALIZAÇÕES E AMADURECIMENTO DO PROJETO ENTRE 13/01/2016 E 02/04/2017. Euler Sandeville Jr. Este artigo é um registro da fase inicial da evolução e amadurecimento deste sítio, entre janeiro de 2016 e abril de 2017.

 

Foto Euler Sandeville, Folha, detalhe, 2009.

Folha, detalhe. Foto de Euler Sandeville, 2009.

 

 

Licença de Uso↑

Entre em contado conosco↑

Como citar material deste sítio?↑

 


núcleo de estudos da paisagem
a natureza e o tempo (o mundo)
um projeto de euler sandeville

 

 

 

 

 

a natureza e o tempo

Destacado

Caspar David Friedrich (1774-1840), Caminhante Sobre o Mar de Névoa. By Caspar David Friedrich – Web Gallery of Art, Public Domain [commons.wikimedia.org/w/index.php?curid=1037098 acesso em 09/03/2016]

A Natureza e o Tempo (o Mundo) é um espaço de pensamento e elaboração sobre as pesquisas em minha linha de estudos Arte, Natureza e Cidade. Estudos em História da Cultura e da Paisagem (Representações e Poéticas), iniciada nos anos 1980, sendo este projeto criado no início de 2016 (neste endereço, em 12 de junho de 2017). É mais do que um espaço de extroversão e de apoio ao ensino e diálogo com internautas, o que também é, mas configura-se como um espaço experimental e de pensar em processo. Os estudos de história da cultura tomam como objetos de ponderação a natureza e a construção do espaço habitado (considerando as relações entre as artes, a cultura, as paisagens, o comportamento). Os conteúdos inserem-se em uma perspectiva de longa duração convergindo na reflexão sobre nossa condição contemporânea e em ensaios temáticos recortados nesses longos períodos ou a eles transversais.